(79)9-9851-9301

NO AR

Portal Web Rádio União de Sergipe

www.portalrus.net

Jogada de classe! Coluna Daniel Damasio

JOGADA DE CLASSE – TARTARUGA RUBRA, LEBRE AZUL

Publicada em 21/04/18 as 01:33h por Daniel Damásio - 158 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Sergipão  (Foto: Desconhecido)
No futebol de muitos egos e muitos campeonatos pra pouco tempo, pouca 'gasosa' e pouca paciência, há que se cultivar a habilidade de 'trocar os pneus e manter a pole'. Terminou-se uma corrida para começar outra: do Sergipão 100 para as Séries C e D do Brasileirão. Entre desacertos e correções, o nosso Estadual, se não foi a excelência que se esperava na organização como há muito tempo se espera, a disputa e a entrega nos jogos-chave compensou em emoção.


E ao fim da corrida local, louva-se de novo a vitória da tartaruga. O Sergipe, sem quase tudo e sem um presidente de fato, convenceu e venceu pelo foco, pela fé e pelo toque de bola. Pelo timoneiro firme e sereno de Elias Borges e pela estratégia de Edmilson Silva em confiar as peças certas e o futebol que se quis jogar. Uma irrepreensível Primeira Fase foi o trunfo para o 35° campeonato rubro, com a batuta de mais dois 'velhinhos' que se cuidam: Ramalho e Marinho Donizete, que cuidaram bem da bola, fizeram crescer o time e trouxeram título. E que bom que ficam para, quiçá, levar o Sergipe a muito mais: voos e divisões maiores no Campeonato Brasileiro. E que isso traga mais a torcida mais que fundamental para essa campanha, a começar em casa, contra o ASA.


Diferente da lebre da história, o Confiança. Depois de arrancar de um quase queda para um quase acesso na C, acreditou-se que poderia deslanchar no regional, e a desarrumação que já vinha desde o ano passado, prevaleceu. Fez perder o traçado e os jogos, tirou da corrida para um bicampeonato certo, derrubou o técnico Ailton Silva, e pôs a estátua de Ernando Rodrigues em xeque. Depois do mate, substituíram-se as peças que não convenceram - e desgastaram o time, principalmente no sistema defensivo e no ataque - e agora, com Luizinho Lopes contratado e uma permissão para o tempo de se preparar, a esperança proletária é que a sinergia do time (e da torcida) venha no momento certo.


Méritos também a força do interior, puxado pela carreta tricolor: o Itabaiana que volta a ser o rival tinhoso de muitos campeonatos. Com a mesma eficiência de um velho conhecido, Leandro Campos, garantiu não só a terceira final seguida e calendário para 2019, mas também perder apenas um dos quatro clássicos contra a dupla de Aracaju - e com gol de pênalti, e boa parte da seleção do Sergipão. E fé renovada para o Brasileiro.


E que comecem uma nova arrancada, com os votos de uma bandeirada feliz do acesso para nossas tartarugas. E para as nossas lebres também.


= TIKI-TAKA = 

THE BEST
Andrade (Itabaiana); Augusto (Olímpico), Diego Bispo (Itabaiana), Ramon (Itabaiana) e Marinho Donizete (Sergipe), Mica (Itabaiana) e Ramalho (Sergipe); Ratinho (Itabaiana) e Diogo (Sergipe); Nino Guerreiro (Sergipe) e Paulinho Macaíba (Itabaiana). A Seleção do Campeonato Sergipano de 2018. Menções para a revelação Juninho (Itabaiana) e o eleito da galera Bruninho (Socorrense). Alguns desses nem ficam para o Brasileiro. 

THE BEST II
Exemplo: um das minhas menções pessoais: Bruninho, sensação do sub-19 e desequilíbrio no jogo-chave para o Lagarto, contra o Olímpico. Já entra em campo contra o Itabaiana, pelo Santa Rita/AL, de Elenilson Santos. Brendon, um dos heróis colorados, está na mira do Ceará e mais alguns. Ratinho, no caminho de volta para Goiás - juntar-se-á com Tito no Atlético/GO. 

 *FALHA NOSSA!: O Bruninho que está no Santa Rita é o da Socorrense, e não do Lagarto - correção do hiperlink Aírleson Silveira, aqui da RUS. Os dois Bruninhos, aliás fizeram boas partidas no campeonato.)

RASTROS DE FOGO
A espera agora, em nível de Sergipe, é pela Série A2 sergipana, com América, Estanciano e outros clubes brigando por apenas uma vaga para 2019. O Botafogo de Cristinápolis, que subiu e desceu de divisão, já traça suas rotas e investimentos para o torneio. E promete voltar para surpreender. O técnico e o homem do 'business', ele já tem. 

DALE RUS!
Com o orgulho danado de trilhar novos caminhos ao lado de uma turma maravilhosa neste espaço: Rádio União de Sergipe, webrádio homenageada pela Federação Sergipana de Futebol, pela cobertura do campeonato, ao lado da Águia Dourada. Sangue novo e bom astral para a imprensa esportiva do nosso Estado.





Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Enquete
Qual dessas Redes Sociais voce acessa?

 Instagram
 Youtube
 Facebook
 Twitter







.

LIGUE E PARTICIPE

(79)3241-4138

Visitas: 36084
Usuários Online: 32
Copyright (c) 2018 - Portal Web Rádio União de Sergipe